Heavy rainfall equations for the “Manuel Alves da Natividade” river watershed, Tocantins, Brazil

Autores

  • Virgílio Lourenço Silva Neto Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia, Campus Dianópolis
  • Marcelo Ribeiro Viola Universidade Federal de Lavras - Departamento de Engenharia de Água e Solo – Lavras

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2017v45n4p333-339

Resumo

Knowledge of the equation that relates intensity, duration and frequency of heavy rainfall is of great technical interest in hydraulic projects. The aim of this study was to obtain the intensity-duration-frequency (IDF) relation­ship of heavy rainfall in the Manuel Alves da Natividade river watershed, located in the southeastern region of the state of Tocantins, Brazil. We used the rainfall disaggregation model, with adjustment of the heavy rainfall equation by nonlinear multiple regression, in addition to historical series of six pluviometric stations, obtained from the Hydrological Information System of the National Water Agency (Hidroweb-ANA). Gumbel probability distribution was adequate to model the frequency distribution of annual maximum daily rainfall series, according to the Kolmogorov-Smirnov test at 20% significance level. The heavy rainfall equations presented good statistical quality, with coefficients of determination above 0.92, which characterize them as useful tools in the context of water resource management in the Manuel Alves da Natividade river watershed.

Biografia do Autor

Virgílio Lourenço Silva Neto, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia, Campus Dianópolis

Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás (2003). Experiência na área de Geografia, atuando com ênfase no ensino da Geografia, Urbanização e Meio Ambiente. Possui Especialização em Geografia do Brasil pela FIJ - Faculdades Integradas de Jacarepaguá, RJ (2010), Mestrando em Ciências Florestais e Ambientais pela Fundação Universidade Federal do Tocantins-UFT. Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico no Instituto Federal do Tocantins.

Marcelo Ribeiro Viola, Universidade Federal de Lavras - Departamento de Engenharia de Água e Solo – Lavras

Professor Adjunto do Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Lavras. Possui graduação em Engenharia Agrícola (2006), mestrado em Engenharia Agrícola (2008) e doutorado em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas (2011). Atua como docente permanente nos programas de pós-graduação em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas/UFLA e Ciências Florestais e Ambientais/UFT. Desenvolve projetos de pesquisa nas temáticas de monitoramento, instrumentação, zoneamento e simulação hidrológica, com ênfase em bacias hidrográficas de cabeceira inseridas em distintos biomas brasileiros. Tem interesse na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em hidrologia e gestão de recursos hídricos

Publicado

07/11/2017

Edição

Seção

Agrometeorologia - Agrometeorology