Variabilidade espacial de atributos químicos do solo em sistema de agropecuária familiar no Tocantins

Autores

  • Wilma Dias Santana
  • Antônio Clementino dos Santos
  • Amanda da Silva Reis
  • Rodrigo de Castro Tavares
  • Gilson Araujo de Freitas

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2019v47n3p344-357

Resumo

O monitoramento dos atributos químicos do solo possibilita avaliar a qualidade e a capacidade do mesmo de exercer suas funções dentro de um determinado agroecossistema. Nesse sentido, objetivou-se avaliar a variabilidade espacial de atributos químicos do solo em sistema de agricultura familiar, em diferentes usos agrícolas. A área de estudo totalizou 7,91 ha, sob quatro tipos de cobertura do solo: pastagem de braquiária associada a estilosantes, pastagem de andropógon, pomar e mata nativa. A amostragem do solo foi em malha amostral irregular composta por 160 pontos. Coletaram-se amostras deformadas nas profundidades de 0-10 e 10-20 cm, além de amostras para a determinação da liteira. As variáveis analisadas foram: CO, SB, CTCt, CTC pH 7, pH, Al3+, P, H+Al, m, V e liteira. Os dados foram submetidos à análise exploratória e ao estudo geoestatístico. Os sistemas de cultivo reduziram os valores de CO, SB, CTCt, CTC pH 7 e pH do solo, principalmente nas subáreas de pastagens. O pomar apresentou atributos químicos similares às verificadas na área de referência. Os valores, bem como a distribuição espacial das variáveis avaliadas foram influenciados pelo uso do solo.

Arquivos adicionais

Publicado

09/09/2019

Edição

Seção

Solos e Nutrição de Plantas - Soils and Plant Nutrition