Caracterização de isolados de <em>Bacillus thuringiensis </em>ativos contra<em> Spodoptera frugiperda </em>( Lepidoptera: Noctuidae)

Autores

  • Lucília Macedo Mandú
  • Marta de Campos Neves
  • Viviane Cristina Vieira
  • Vivian Boter Bergamasco
  • Ricardo Antônio Polanczyk
  • Manoel Victor Lemos

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2008v36n2p86%20-%2096

Resumo

Bacillus thuringiensis é uma bactéria entomopatogênica que, durante a esporulação, produz proteínas cristal, codificadas pelos genes cry, podendo atingir pragas de diversas ordens. Esta bactéria é utilizada no controle de pragas como Spodoptera frugiperda, causadora de sérios prejuízos na agricultura. O objetivo desta pesquisa foi caracterizar isolado de B. thuringiensis por meio de técnicas moleculares, microbiológicas e bioensaios de patogenicidade, visando ao controle biológico de S. frugiperda. Foram realizadas amplificações por PCR, análise de perfil plasmidial e antibiogramas para a identificação e análise da diversidade genética das subclasses do gene cry1A (Aa, Ab, Ac e Ae); além disso, foi determinada a eficiência dos isolados por bioensaios. As técnicas moleculares determinaram alta similaridade genética entre os isolados estudados, e os antibiogramas realizados mostraram que todos os isolados foram sensíveis aos antibióticos estreptomicina, canamicina, rifampicina e eritromicina, para diferentes CMIs. Os bioensaios demonstraram o potencial patogênico dos isolados e linhagens no controle de lagartas de primeiro instar de S. frugiperda.

Palavras-chave adicionais: RAPD; perfil plasmidial; antibióticos; genes cry.

Como Citar

MACEDO MANDÚ, L.; DE CAMPOS NEVES, M.; VIEIRA, V. C.; BOTER BERGAMASCO, V.; POLANCZYK, R. A.; LEMOS, M. V. Caracterização de isolados de <em>Bacillus thuringiensis </em>ativos contra<em> Spodoptera frugiperda </em>( Lepidoptera: Noctuidae). Científica, Dracena, SP, v. 36, n. 2, p. 86–96, 2009. DOI: 10.15361/1984-5529.2008v36n2p86 - 96. Disponível em: https://cientifica.dracena.unesp.br/index.php/cientifica/article/view/247. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Melhoramento Genético Animal - Animal Breeding