Custo de produção e rentabilidade na cultura da pitaia sob o efeito de adubação orgânica

Autores

  • Virna Braga Marques UFC
  • José Darlan Ramos Universidade Federal de Lavras
  • Neimar Arcanjo de Araújo UFLA
  • Rodrigo Amato Moreira UFLA

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2012v40n2p138%20-%20149

Palavras-chave:

Pitahaya, análise econômica, produtividade

Resumo

Este trabalho foi realizado com os objetivos de analisar o custo de produção do cultivo da pitaia [Hylocereus undatus (Haw.) Britton & Rose] sob diferentes fontes de adubos orgânicos, nos três primeiros anos após o plantio. Para estimar a matriz de coeficientes técnicos e os custos de produção, de 2007 a 2010, os preços de venda foram levantados junto aos varejistas do CEAGESP, e as outras informações foram obtidas em experimento conduzido em área experimental. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com oito tratamentos: testemunha, esterco bovino, cama de frango, granulados marinhos bioclásticos, esterco bovino + cama de frango, esterco bovino + granulados marinhos bioclásticos, cama de frango + granulados marinhos bioclásticos e bovino + cama de frango + granulados marinhos bioclásticos, com 3 repetições, e a parcela experimental, composta por 4 plantas. Deste experimento, obtiveram-se os dados de produção relativos às adubações. O custo total por hectare cultivado com pitaia adubado em três anos com esterco bovino + cama de frango foi R$ 49.105,41, receita R$ 63.120,00, lucro R$ 14.014,59, no período de 2007/2010. Ao observar os indicadores econômicos verificou-se uma situação de lucro, e os custos que mais oneraram a produção de pitaia foram a formação da lavoura, as despesas com adubos e a mão de obra.

Publicado

22/11/2012

Edição

Seção

Economia Rural - Rural Economy