Effects of arbuscular mycorrhizal fungi and doses of phosphorus on corn crop

Autores

  • Raíssa de Araujo Dantas Universidade de Brasília
  • Arminda Moreira de Carvalho Embrapa Cerrados
  • Mateus Costa Coelho Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2014v42n3p285-293

Resumo

Phosphorus is the most limiting nutrient for crop production in Cerrado soils. The arbuscular mycorrhiza is a symbiotic association with the roots, which involves the arbuscular mycorrhizal fungi and promotes benefits to the plants, as an enhanced capacity of absorbing nutrients from the soil, mainly phosphorus. This study was performed in a greenhouse at Embrapa Cerrados, Planaltina-DF, Brazil, and aimed to evaluate the influence of arbuscular mycorrhizal fungi and phosphorus doses in the yield of dry matter and in levels of phosphorus in the shoots of corn. A completely randomized experimental design with five treatments (doses of phosphorus and inoculation) and three repetitions was used. There were significant responses to the treatments with different doses of phosphorus. The inoculated treatment didn’t differ significantly from the non-inoculated treatment with the same dose of the nutrient and from the treatment with application of 100 mg kg-1 of P. The treatment with mycorrhizae showed the higher levels of phosphorus in the leaves. The results showed an interaction between P and Mg, K and Mn, being the first a synergistic interaction and the two other, antagonistic. The phosphorus fertilization and the mycorrhizal inoculation provide increments in the level of phos­phorus in the shoots.

Biografia do Autor

Raíssa de Araujo Dantas, Universidade de Brasília

Possui graduação em Agronomia na Universidade de Brasília (2011). Atualmente é mestranda em Agronomia na Universidade de Brasília, na linha de pesquisa em sistemas de produção agrícola sustentáveis, tendo como objeto de estudo o consórcio entre cana-de-açúcar orgânica e leguminosas. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Ciência do Solo e Ciência das Plantas Daninhas, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo e conservação do solo, plantas de cobertura, adubação verde, plantio direto, composição química de material vegetal, manejo de plantas daninhas, cultivo orgânico de cana-de-açúcar.

Arminda Moreira de Carvalho, Embrapa Cerrados

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Goiás (1986), mestrado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1990) - ESALQ e doutorado em Ecologia pela Universidade de Brasília (2005). Atualmente é pesquisadora A da Embrapa Cerrados. Líder de projetos aprovados na Embrapa e com financiamentolparcial do CNPq, nas seguintes linhas temáticas: decomposição de resíduos vegetais, plantas de cobertura, matéria orgânica do solo, ciclagem de nutrientes, estoques de carbono e de nitrogênio no solo, emissões de gases de efeito estufa e mitigação da degradação do solo e da emissão de gases de efeito estufa.

Mateus Costa Coelho, Universidade de Brasília

Possui graduação em Agronomia na Universidade de Brasília. Atualmente é mestrando em Agronomia na Universidade de Brasília, tendo como objeto de estudo a decomposição da palhada de cana-de-açúcar.

Publicado

10/09/2014

Edição

Seção

Solos e Nutrição de Plantas - Soils and Plant Nutrition