Crescimento, acúmulo de sacarose e atividade de invertases em cana-de-açúcar submetida ao tratamento com etil-trinexapac

Autores

  • Eduardo Rossini Guimarães
  • Miguel Angelo Mutton
  • João Martins Pizauro Junior
  • Márcia Justino Rossini Mutton

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2005v33n1p20-26

Resumo

Desde os anos 80, fornecedores de cana e usinas têm utilizado maturadores químicos, na busca de maior valorização da cana, rendimento industrial e antecipação da safra. Apesar disso, poucas pesquisas têm sido desenvolvidas sobre os efeitos fisiológicos desses produtos. A presente pesquisa foi realizada com o intuito de determinar os efeitos do maturador químico etil-trinexapac sobre o crescimento, a atividade de invertases e a qualidade tecnológica na cana-de-açúcar durante a maturação. O experimento foi instalado em área de segundo corte, localizada no município de Pradópolis (SP), e a variedade empregada foi a SP8-3250, de maturação média. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com parcelas subdivididas e quatro repetições. Os resultados indicam que o maturador permitiu um acréscimo em Açúcar Total Recuperável (ATR), e seu efeito repressivo sobre o crescimento não foi suficiente para reduzir a produtividade de colmos. O produto inibiu a atividade das invertases ácidas solúveis e ligadas à parede celular em tecidos jovens do colmo. A atividade da isoforma ácida solúvel pode ser usada como um parâmetro bioquímico confiável na determinação da resposta da cana-de-açúcar ao ethyl-trinexapac.Palavras-chave adicionais: Saccharum; matéria seca; produtividade de açúcar; maturador químico.

Publicado

06/05/2008

Edição

Seção

Zootecnia - Animal Production