Características tecnológicas do caldo de variedades de cana-de-açúcar cultivadas em solo de cerrado com diferentes níveis de adubação fosfatada

Autores

  • Edson Belisario Teixeira UNESP Campus de Ilha Solteira
  • Antonio Cesar Bolonhezi UNESP Campus de Ilha Solteira
  • Francisco Maximino Fernandes UNESP Campus de Ilha Solteira
  • Nelcinei Antonio Ribeiro Alcoolvale Açúcar e Álcool S/A
  • Cleiton José Queiroz Unicastelo

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2016v44n1p23-34

Resumo

No Brasil, a área cultivada com cana-de-açúcar expandiu-se para solos de cerrado, que são caracterizados por baixa fertilidade, principalmente em conteúdo de fósforo; consequentemente, o crescimento da planta é reduzido nestas condições ambientais restritas. O objetivo desta pesquisa foi estudar, na primeira soqueira de 10 varieda­des de cana-de-açúcar, os efeitos de dois níveis de adubação fosfatada (150 e 300 kgha-1 de P2O5) sobre características tecnológicas, tais como: Brix%, Pol% caldo, Fibra% e o ATR kg t-1 de cana. O experimento foi conduzido em ambiente de produção D e solo classificado como Latossolo Vermelho álico, situado na Usina Alcoolvale em Aparecida do Taboado-MS. A fonte de fertilizante fosfatado foi o superfosfato simples, a aplicação foi realizada antes do plantio, e a incorporação foi feita através de gradagens. Amostras de 10 colmos foram colhidas em quatro diferentes datas (20 de maio, 20 de junho, 20 de julho e 20 de agosto de 2006) e submetidas a análises tecnológicas realizadas no Laboratório da Usina Alcoolvale, conforme método-padrão CONSECANA. Foram observadas diferenças entre as variedades quanto ao nível de fertilizante fosfatado aplicado. Na primeira data de colheita, verificou-se maior Pol% caldo na maior dose de fertilizante fosfatado (300 kg ha-1 de P2O5) para variedades de início e final de safra. Conclui-se que a adubação fosfatada é uma importante estratégia no pla­nejamento da qualidade da matéria-prima e deve ser levado em conta para melhorar os resultados agronômicos de canaviais em condições do cerrado brasileiro.

Biografia do Autor

Edson Belisario Teixeira, UNESP Campus de Ilha Solteira

Engenheiro Agrônomo Mestre em sistemas de produção.

Antonio Cesar Bolonhezi, UNESP Campus de Ilha Solteira

Professor Assistente Doutor.

Francisco Maximino Fernandes, UNESP Campus de Ilha Solteira

Professor Adjunto (aposentado).

Nelcinei Antonio Ribeiro, Alcoolvale Açúcar e Álcool S/A

Gerente Agrícola

Cleiton José Queiroz, Unicastelo

Graduando

Publicado

22/12/2015

Edição

Seção

Fitotecnia - Crop Production