Longitudinal distribution of corn seeds depending on horizontal disk with different technologies

Autores

  • Tiago Pereira da Silva Correia Doutorando na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP
  • Paulo Roberto Arbex Silva Professor Assistente Doutor do Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP.
  • Saulo Fernando Gomes de Sousa Doutorando na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP.
  • Patrícia Pereira Dias Doutoranda na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP
  • Samantha Vieira de Almeida Mestranda no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP.

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2016v44n1p1-4

Resumo

The seed dosing mechanisms play a fundamental role in sowing operation. because the uniformity longitudi­nal distribution of seeds is one of the features that contribute most to proper the stand and to crop productiv­ity. Thus, the aim of this work was to evaluate the accuracy and longitudinal distribution of seeds utilizing conventional horizontal disc dosimeter and and to horizontal the disc dosimeter RampFlow. The experiment was conducted at the Laboratory of plantability FCA / UNESP, Botucatu-SP, and plantability mat was used for the distribution of seeds. The treatments were: conventional horizontal disc dosimeter and and to hori­zontal the disc dosimeter RampFlow., both of 11.5 mm diameter of the alveoli. The results indicate that RampFlow disc has precision similar to conventional disc, however, not been verified better efficacy for Reduction of failures and with of acceptable increased technology.

 

Biografia do Autor

Tiago Pereira da Silva Correia, Doutorando na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP

Doutorando no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP, programa de pós-graduação Energia na Agricultura. Área de atuação: máquinas e mecanização agrícola.

Paulo Roberto Arbex Silva, Professor Assistente Doutor do Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP.

Área de atuação: máquinas e mecanização agrícola.

Saulo Fernando Gomes de Sousa, Doutorando na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP.

Doutorando no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP, programa de pós-graduação Energia na Agricultura. Área de atuação: máquinas e mecanização agrícola.

Patrícia Pereira Dias, Doutoranda na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP

Doutoranda no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP, programa de pós-graduação Energia na Agricultura. Área de atuação: máquinas e mecanização agrícola.

Samantha Vieira de Almeida, Mestranda no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP.

Mestranda no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Botucatu-SP, programa de pós-graduação Energia na Agricultura. Área de atuação: máquinas e mecanização agrícola.

Publicado

22/12/2015

Edição

Seção

Engenharia Rural/Agrícola - Rural/Agricultural Engineering