Growth and gas exchanges of papaya tree seedlings grown on alternative substrates

Autores

  • Francisco Vanies da Silva Sá Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Marcos Eric Barbosa Brito Universidade Federal de Campina Grande.
  • Luderlândio de Andrade Silva Universidade Federal de Campina Grande.
  • Lourival Ferreira Cavalcante Universidade Federal Da Paraíba
  • Romulo Carantino Lucena Moreira Universidade Federal de Campina Grande.
  • Lizaiane Cardoso de Figueiredo Universidade Federal de Campina Grande.
  • Emanoela Pereira de Paiva Universidade Federal Rural do Semi-Árido

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2016v44n2p245-254

Resumo

This study aimed at evaluating the morphophysiological development of papaya tree cultivars under different substrates, produced from mixtures of soil material with sources of organic matter. The experiment was conducted under greenhouse conditions. The experimental design was a randomized block, using a factorial 5 x 2 design with three replications, being five substrates with different sources of organic matter (S1 = 3 parts of soil and 1 of sand - without organic matter (control); S2 = 2 parts of soil, 1 of sand and 1 of cattle manure; S3 = 2 parts of soil, 1 of sand and 1 of sheep manure; S4 = 2 parts of soil, 1 of sand and 1 of chicken manure; S5 = 2 parts of soil, ½ of sand, ½ of cattle manure, ½ of sheep manure and ½ of chicken manure) and two cultivars of papaya tree (Sunrise Solo and Tainung-01). The addition of organic matter, regardless of the source, favored the growth, the dry matter accumulation and the gas exchange of the papaya tree seedlings. The best growth is obtained when using the substrate '3', particularly when it relates to the dry mass of shoot and to the Dickson Quality Index.

 

Additional keywords: Carica papaya L.; organic fertilizer; propagation.

Biografia do Autor

Francisco Vanies da Silva Sá, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Engenheiro Agrônomo, Mestrando em Manejo de Solo e Água da Universidade Federal de Semi-Árido. Membro do Conselho Editorial das revistas Agropecuária Científica do Semi-Árido e da Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável.   Atua em pesquisa na área de Manejo e Conservação de Solo e Água ( Salinidade, Irrigação, Adubação e manejo de Corretivos) e suas atribuições nos aspectos Fitotécnicos (Emergência e crescimento inicial, Morfofisiologia, Comportamento hormonal, Nutrição e produtividade) de plantas cultivadas e nativas da Caatinga.

Marcos Eric Barbosa Brito, Universidade Federal de Campina Grande.

Possui graduação em Engenharia Agronômica, pela Universidade Federal de Sergipe (2005), Mestrado e Doutorado em Engenharia Agrícola, pela Universidade Federal de Campina Grande, finalizados em 2007 e 2010, respectivamente, ambos na área de concentração de Irrigação e Drenagem. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal de Campina Grande, onde leciona as disciplinas de Irrigação e Drenagem e Hidráulica Agrícola no curso de Agronomia do CCTA/UFCG, além da disciplina Manejo de Irrigação para Fruteiras e Olerícolas nos cursos de Pós-Graduação, é pesquisador colaborador na Universidade Estadual da Paraíba, onde faz parte de grupo de pesquisa ativo. Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Engenharia de Água e Solo, atuando, principalmente, nos seguintes temas: Fisiologia e produção de culturas irrigadas; manejo da água no sistema solo-planta-atmosfera, produção de mudas e cultivo de citros sob irrigação com água salina. Atualmente é Bolsita de Produtividade em Pesquisa nível 2 do CNPq.

Luderlândio de Andrade Silva, Universidade Federal de Campina Grande.

Graduando em Agrônomia pela Universidade Federal de Campina Grande. Monitor de Irrigação e Drenagem. Atua na área de engenharia de água e solo.

Lourival Ferreira Cavalcante, Universidade Federal Da Paraíba

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (1975), mestrado em Ciências (Energia Nuclear na Agricultura) pela Universidade de São Paulo (1978) e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade de São Paulo (1985). Atuou como professor visitante nacional señior (PVNS) da Universidade Federal de Campina Grande, no período de novembro de 2012 a junho de 2013, atuando nos Programas de Pós- Graduação em Horticultura Tropical (PPGHT) e Sistemas Agroindustriais (PPGSA) do Centro de Ciências e Tecnologia Agroindustrial (CCTA), Campus Pombal. Membro do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Salinidade - INCTSal, tem quatro livros publicados e tem atuado como revisor de periódicos científicos: Acta Amazônica (UFPA), Acta Scientiarum Agronomy (UEM), Agropecuária Técnica (CCA/UFPB), Bragantia (IAC), Caatinga (UFERSA), Ciência Agronômica (UFC), Ciência e Agrotecnologia (UFLA), Comunicado Técnico da Embrapa, Engenharia Agrícola (SBEA), Magistra, Revista Brasileira de Ciências Agrárias (UFRPE), Revista Brasileira de Ciência do Solo (SBCS), Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental,(UFCG), Pesquisa Agropecuária Brasileira (EMBRAPA), Pesquisa Agropecuária Tropical (UFG). Tem atuado também como avaliador de projetos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e de Fundação de Amparo à Pesquisa (CE, PB, PI). Atua na área de Agronomia, com ênfase em Sistema de produção, Relação Água -Solo - Planta, atuando principalmente nos seguintes temas: irrigação, salinidade, insumos naturais, passiflora edulis. É bolsista de Produtividade em Pesquisa nível 1D do CNPq.

Romulo Carantino Lucena Moreira, Universidade Federal de Campina Grande.

Graduando em Agrônomia pela Universidade Federal de Campina Grande.  Atua na área de engenharia de água e solo.

Lizaiane Cardoso de Figueiredo, Universidade Federal de Campina Grande.

Graduando em Agrônomia pela Universidade Federal de Campina Grande.  Atua na área de engenharia de água e solo.

Emanoela Pereira de Paiva, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2011). Mestrado em Agronomia na área de Horticultura Tropical pela Universidade Federal de Campina Grande. Doutorado em andamento em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). Atua em pesquisa na área de propagação de plantas, com ênfase em tecnologia de sementes, produção de mudas e fisiologia do estresse hídrico e salino.

Arquivos adicionais

Publicado

30/03/2016

Edição

Seção

Solos e Nutrição de Plantas - Soils and Plant Nutrition