Efeito da aplicação de biofertilizante líquido no desenvolvimento do sorgo irrigado com água salobra

Autores

  • Robson Alexsandro de Sousa Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Claudivan Feitosa de Lacerda Universidade Federal do Ceará
  • Emerson Moreira de Aguiar Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Sidney Carlos Praxedes Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2018v46n4p380-397

Resumo

Com o objetivo de avaliar os efeitos da salinidade da água de irrigação e doses de biofertilizante, sobre o desen­volvimento de plantas de sorgo [Sorghum bicolor (L.) Moench.] cv. BRS Ponta Negra, desenvolveu-se este trabalho em casa de vegetação. As plantas foram cultivadas em vasos contendo 23 kg de solo arenoso. Foram testados quatro níveis de salinidade: 0,2; 2,0; 4,0 e 6,0 dS m-1. Para a obtenção dos níveis de salinidade, utilizou-se da água de açude adicionada com sais de NaCl, CaCl22H2O e MgCl26H2O, na proporção de 7:2:1. As doses de biofertilizante foram 75; 150; 225 e 300 L ha-1. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições, em esquema fatorial 4 x 4. Foram avaliadas as seguintes variáveis: massa seca total; diâmetro do colmo; altura das plantas; área foliar total; suculência foliar; massa específica foliar; teores de sódio, potássio, cloro, cálcio, magnésio e fósforo, nos colmos + bainhas e limbos foliares; teores de prolina e carboidra­tos nas folhas. Todas as variáveis analisadas foram afetadas negativamente pelo aumento da salinidade da água de irrigação. O aumento da concentração de biofertilizante, nos limites empregados no presente estudo, não minorou os efeitos da salinidade no crescimento de plantas de sorgo.

Publicado

28/11/2018

Edição

Seção

Irrigação e Drenagem