Irrigação e fertirrigação por gotejamento para cana-de-açúcar na presença e ausência de boro

Autores

  • Kleber Aloisio Quintana FCAV/UNESP Jaboticabal
  • José Renato Zanini FCAV/UNESP Jaboticabal
  • Elcides Rodrigues da Silva FCAV/UNESP Jaboticabal

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2012v40n2p103%20-%20116

Palavras-chave:

fertilidade do solo, nutrição de plantas, Sacharum

Resumo

Conduziu-se um experimento a campo com cana-planta, no município de Barretos - SP, entre os anos de 2007 e 2008, com o intuito de avaliar o efeito da fertirrigação por gotejamento com nitrogênio e potássio, e adição de boro no plantio, na produtividade e em variáveis tecnológicas da cana. Os tratamentos foram avaliados em esquema fatorial 3x2, sendo: T1 - sequeiro sem boro; T2 - sequeiro com boro; T3 - irrigado sem boro; T4 - irrigado e com boro; T5 - fertirrigado sem boro; T6 - fertirrigado e com boro. Para as condições de sequeiro e irrigado, a adubação de plantio foi realizada com dosa­gem integral dos nutrientes; para a condição fertirrigado, o fósforo e o boro foram aplicados manual­mente no plantio, e o nitrogênio e o potássio foram aplicados por fertirrigação e parcelados em oito vezes. O plantio foi do tipo fileira dupla, no espaçamento de 1,4 m x 0,4 m, sendo a linha gotejadora instalada subsuperficialmente no centro da fileira dupla, à profundidade de 0,15 m. A fertirrigação e a irrigação incrementaram a produtividade, o teor de sacarose do caldo e proporcionaram menores teores de açúcares redutores. A fertirrigação proporcionou ainda maior teor de fibra na cana. A adição de boro não afetou os parâmetros analisados.

Biografia do Autor

Kleber Aloisio Quintana, FCAV/UNESP Jaboticabal

Área de atuação voltada para Engenharia Rural, Solos e Meio Ambiente.

Publicado

22/11/2012

Edição

Seção

Engenharia Rural/Agrícola - Rural/Agricultural Engineering