Uniformidade de distribuição de água em irrigação localizada com sistema de aeração, decantação e filtragem

Autores

  • Elcides Rodrigues da Silva UNESP
  • José Renato Zanini UNESP-FCAV
  • Jairo Osvaldo Cazetta UNESP-FCAV
  • Antonio Sergio Ferraudo FCAV-UNESP
  • Marco Antonio Franco Lemos Filho FCAV-UNESP

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2011v39n1/2p07%20-%2017

Palavras-chave:

obstrução de emissores, qualidade de água para irrigação, coeficiente de uniformidade

Resumo

A pesquisa teve como objetivo avaliar o desempenho de um sistema de aeração, decantação e filtra­gem quanto à prevenção de entupimento dos emissores e avaliar a uniformidade de distribuição da água, no sistema de irrigação por gotejamento, na época de sua implantação e após um ano de utili­zação do sistema de prevenção. O trabalho foi realizado na Fazenda Estância Tropical, no município de Barretos–SP, no período de março de 2008 a fevereiro de 2009, realizando-se determinações físicas e químicas da água, em seis pontos de amostragens ao longo de um sistema composto por aeradores com aspersores, sobre leito de pedras, e tanque de decantação e conjunto de filtragem composto por dois filtros de areia e dois de disco, em sistema de irrigação localizada. O sistema de prevenção foi eficiente para a melhoria da qualidade de água, reduzindo os níveis de risco de entupi­mento de severo para médio e de médio para baixo. As variáveis analisadas: oxigênio dissolvido em água, sólidos em suspensão, sólidos dissolvidos, turbidez, condutividade elétrica (CE), teores de Fe+2, Fe+3, ferro total, Mn total e pH diferenciaram a qualidade da água entre os pontos de amostra­gem do sistema de tratamento, com exceção do Fe+2. Para sólidos em suspensão, turbidez, sólidos dissolvidos e ferro total, os valores reduziram-se pelo uso do sistema proposto, melhorando a quali­dade da água. Após um ano de funcionamento do sistema de prevenção, os coeficientes de uniformi­dade de Christiansen, distribuição e uniformidade estatística (CUC, CUD e Us), utilizados para deter­minar a uniformidade de distribuição de água, apresentaram valores acima de 80%, sendo classifica­dos como: excelente, bom e muito bom.


Biografia do Autor

Elcides Rodrigues da Silva, UNESP

Departamento de Engenharia Rural-FCAV-UNESP

José Renato Zanini, UNESP-FCAV

Departamento de Engenharia Rural-FCAV-UNESP

Jairo Osvaldo Cazetta, UNESP-FCAV

Departamento de Tecnologia-FCAV-UNESP

Antonio Sergio Ferraudo, FCAV-UNESP

Departamento de Ciências Exatas-FCAV-UNESP

Marco Antonio Franco Lemos Filho, FCAV-UNESP

Departamento de Engenharia Rural-FCAV-UNESP

Publicado

13/12/2011

Edição

Seção

Engenharia Rural/Agrícola - Rural/Agricultural Engineering