Índices de cor da folha para monitoramento nutricional de nitrogênio em plantas de pimentão

Autores

  • Patrícia Aparecida de Carvalho Felisberto
  • Leandro José Grava de Godoy
  • Guilherme Felisberto

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2016v44n2p207-216

Palavras-chave:

adubação nitrogenada, Capsicumm annuum L., clorofilômetro, imagem digital.

Resumo

A existência de métodos de monitoramento nutricional das plantas que possam ser realizados a campo, de modo rápido, simples e de baixo custo, sempre foi o desejo do agricultor. Objetivou-se com este trabalho avaliar a utilização de índices de cor da imagem digital da folha para estimar o teor de nitrogênio foliar em plantas de pimentão. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com cinco repetições e seis tratamentos, sendo cinco doses de nitrogênio (5; 10; 15; 20 e 25 g de N por planta), que foram parceladas e aplicadas quinzenalmente, e um tratamento-controle que não recebeu a adubação nitrogenada. A partir do florescimento, foram avaliadas, quinzenalmente, três folhas recém-expandidas de cada planta, com o uso da imagem obtida de câmera digital, do clorofilômetro, medidor portátil de nitrato e análise química de N.              A produtividade dos frutos foi avaliada de acordo com a massa e classificados em comerciais e não comerciais. Os índices de cor da folha, obtidos a partir de imagem digital, matiz e índice de cor verde-escuro, foram influenciados pelas doses de N e correlacionaram-se significativamente com o teor de N foliar, com a medida indireta de clorofila e com a produtividade de frutos comerciais. A utilização de imagem digital de folhas de pimentão mostrou-se eficiente para predizer o estado nutricional em N.

 

Palavras-chave adicionais: adubação nitrogenada; Capsicumm annuum L.; clorofilômetro; imagem digital.

Biografia do Autor

Patrícia Aparecida de Carvalho Felisberto

Engenheira Agrônoma formada pela Universidade Estadual Paulista - UNESP - "Júlio de Mesquita Filho", Câmpus de Registro, em 2012. Durante o período de graduação trabalhou na área de Fitopatologia e Nutrição de Plantas, onde foi bolsista de iniciação científica da FAPESP atuando em projeto de Adubação Nitrogenada na Cultura do Pimentão. Realizou estágio curricular na área de Fitopatologia e Melhoramento da Cultura do Milho e Sorgo em multinacional de biotecnologia e sementes. Mestre em Agronomia pela Universidade Federal de Goiás - UFG, Regional Jataí, em 2015, onde atuou em Manejo da Cultura do Milho e Tecnologia de Aplicação de Produtos Fitossanitários. Atualmente é Doutoranda em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista - UNESP - "Júlio de Mesquita Filho", Câmpus de Jaboticabal atuando principalmente em Fitossanidade.

Publicado

30/03/2016

Edição

Seção

Horticultura - Horticulture