Amostragem de solo para determinação de atributos químicos e físicos em área com variação nas formas do relevo

Autores

  • Zigomar Menezes de Souza .
  • José Marques Júnior .
  • Gener Tadeu Pereira .
  • Rafael Montanari .
  • Milton César Costa Campos .

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2006v34n2p249%20-%20256

Resumo

Em uma paisagem natural, os solos apresentam uma ampla variação dos atributos químicos e físicos, tanto vertical como horizontal, resultante da interação dos diversos fatores de formação envolvidos. Este trabalho foi desenvolvido em Jaboticabal-SP, com o objetivo de avaliar a variabilidade e o número mínimo de subamostras de solo para caracterização de atributos químicos e físicos em um Latossolo Vermelho eutroférrico (LVef) sob cultivo de cana-de-açúcar. As amostras para análises química e física foram coletadas no compartimento I (linear) e compartimento II (linear, côncavo e convexo), em uma malha quadrada de 50 pontos em cada compartimento, na profundidade de 0,0-0,2 m. Para uma variação de 0% em torno da média, os valores das variáveis pH, matéria orgânica, CTC, porosidade total, microporosidade, densidade do solo, argila, silte e areia podem ser obtidos utilizando-se de baixo número de subamostras (< 5). Para as variáveis H+Al, V% e resistência do solo à penetração, é necessário um número de subamostras variando entre 5 a 30, e as variáveis P, K, Ca, Mg, macroporosidade e condutividade hidráulica saturada necessitam de um número de subamostras alto (> 30). Todos os atributos estudados apresentaram maior variabilidade e, conseqüentemente, maior número de subamostras no compartimento II em relação ao compartimento I.Palavras-chave adicionais: krigagem; cana-de-açúcar; Latossolo.

Edição

Seção

Zootecnia - Animal Production