Crescimento e esporulação de Lecanicillium lecanii cultivado sob diferentes fontes de fósforo e relações C:P e C:N:P

Autores

  • Inajá Marchizeli Wenzel
  • Antonio Carlos Monteiro
  • Gener Tadeu Pereira

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2006v34n1p15%20-%2024

Resumo

Objetivando estudar a influência da nutrição fosfatada no crescimento e na esporulação de Lecanicillium lecanii, os isolados JAB 02 e JAB 45 foram cultivados em meios com diferentes fontes de fósforo (fosfato de amônio, fosfatos de potássio monobásico e bibásico, ácido fosfórico, fosfatos de sódio e de cálcio), diversas relações C:P (5:, 0:, 50:, 00: e 200:) e C:N:P (60::6, 60::2, 20:2:,2 e 240:4:,2 para JAB 02, e 0::2, 0::, 50:5: e 200:20: para JAB 45). Avaliaram-se o crescimento micelial, a cada três dias, durante dezoito dias após a inoculação, e a esporulação no décimo oitavo dia de incubação. As fontes de fósforo e as relações C:P não afetaram significativamente o desempenho dos isolados. Contudo, JAB 02 mostrou maior habilidade em utilizar os fosfatos de amônio, de potássio bibásico e de sódio e as relações 5:, 0:, 00: e 200:, enquanto, para JAB 45, obteve-se evidência semelhante com os fosfatos de amônio, de potássio monobásico e bi-básico e as relações 5:, 0:, 50: e 200:. As relações C:N:P não influenciaram o crescimento de JAB 02 e JAB 45, mas, nas relações 0::2 e 0::, a esporulação deste último foi significativamente maior (33,4 x 04 e 26,4 x 04 conídios mL-, respectivamente).Palavras-chave adicionais: fisiologia de fungos; fungo entomopatogênico; nutrição fosfatada.

Publicado

03/04/2008

Edição

Seção

Zootecnia - Animal Production