Uso de solução salina (NaCl) no teste de envelhecimento acelerado em sementes de brócolis (Brassica oleracea L. var. italica Plenk)

Autores

  • Simone Aparecida Fessel .
  • Lázaro José Ribeiro da Silva .
  • Juliana Altafin Galli .
  • Rubens Sader .

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2005v33n1p27%20-%2034

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo estudar a eficiência do uso de solução salina (NaCI) no teste de envelhecimento acelerado para avaliação do potencial fisiológico e sanitário de sementes de brócolis. Foram utilizados nove lotes de sementes, dos cultivares Piracicaba Precoce, Ramoso Santana, Flórida e Baron, submetidos aos testes de germinação, primeira contagem e velocidade de germinação, comprimento de plântulas, massa seca, envelhecimento acelerado (45 °C; 24, 48 e 72 h; com e sem o uso de solução saturada de NaCI) e sanidade. O teor de água das sementes expostas à solução saturada de NaCI foi menor e mais uniforme após os períodos de envelhecimento, revelando vantagens na utilização desse procedimento para sementes pequenas, em relação ao tradicional, provocando menor taxa de deterioração, resultados menos drásticos e mais uniformes. Os resultados do teste de sanidade após o envelhecimento, durante 24, 48 e 72 horas com água e solução salina, mostraram diminuição na incidência de alguns fungos, principalmente Alternariasp. O período de 48 horas de envelhecimento, a 45 °C, com o uso de solução saturada de NaCI, foi considerado adequado para a avaliação do potencial fisiológico de sementes de brócolis. Palavras-chave adicionais: vigor; sanidade; fungos.

Edição

Seção

Zootecnia - Animal Production