Cinética de secagem e propriedades termodinâmicas de fatias de banana maçã tropical (Musa spp)

Autores

  • Samuel Gonçalves Ferreira dos Santos Universidade Federal de Viçosa
  • Hélio Soares Miranda Netto Instituto Federal Goiano-Campus Ceres
  • Dennis Ricardo Cabral Cruz Universidade Federal de Goiás
  • Jefferson Kran Sarti Instituto Federal Goiano-Campus Ceres
  • Renato Souza Rodovalho Instituto Federal Goiano-Campus Ceres
  • Vinícius Gonçalves Almeida Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2021v49n3p113-120

Resumo

A banana é um produto biológico altamente higroscópico. Os produtos higroscópicos possuem a propriedade de sofrerem mudanças em seus teores de água, sob a forma de vapor ou líquido com a ambiente, por meio do processo de absorção ou dessorção. A secagem consiste na remoção de grande parte de água inicialmente contida no produto logo após a maturidade fisiológica, com o objetivo de promover longos períodos de armazenamento. Objetivou-se, neste trabalho, estimar as curvas de secagem de fatias de banana maçã da cultivar BRS Tropical, bem como obter o coeficiente de difusão efetivo e as propriedades termodinâmicas em diferentes condições de secagem ambiente natural. Aos dados experimentais foram ajustados diversos modelos matemáticos utilizados para representação da secagem de produtos agrícolas. O modelo matemático Midilli Modificado é o que melhor representa a cinética de secagem para as fatias de banana maçã tropical. O aumento da temperatura promove: uma taxa maior de remoção de água nas fatias de banana maçã durante a secagem; aumento do coeficiente de difusão efetivo sendo que esta relação pode ser descrita pela equação de Arrhenius; aumento da energia livre de Gibbs, enquanto a entalpia e a entropia decrescem.

Arquivos adicionais

Publicado

29/09/2021

Edição

Seção

Engenharia Rural/Agrícola - Rural/Agricultural Engineering