Produção de matéria seca e absorção de nutrientes por cultivares de arroz de terras altas em resposta àcalagem

Autores

  • Munir Mauad
  • Carlos Alexandre Costa Crusciol
  • Rita de Cássia Alvarez
  • Rosemeire Helena da Silva

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2004v32n2p178-184

Resumo

Os solos brasileiros, na sua maioria ácidos, apresentam propriedades limitantes ao desenvolvimento da maioria das culturas de interesse agrícola, sendo a calagem a prática mais utilizada para corrigir a acidez. Objetivou-se avaliar a resposta de cultivares de arroz a diferentes níveis de calagem. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, e os tratamentos foram constituídos por quatro cultivares de terras altas (Carajás, IAC 20, IAC 202 e Primavera) e quatro níveis de calagem (8,55; 7,0; 25,65 e 34,20 g por vaso, calculados para elevar a saturação por bases, V, a 25, 50, 75 e 00%), seguindo um esquema fatorial 4x4, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. O aumento dos níveis de calagem melhorou os atributos químicos do solo. A eficiência de utilização de Ca e Mg foi reduzida com o aumento dos níveis de calcário, enquanto a de Zn foi incrementada. Os cultivares de arroz apresentaram respostas diferentes à elevação dos níveis de calagem quanto à absorção e à eficiência de utilização dos nutrientes.Palavras-chave adicionais: Oryza sativa; pH do solo; eficiência de utilização de nutrientes.

Publicado

07/05/2008

Edição

Seção

Zootecnia - Animal Production