Sintomas de deficiência de macronutrientes em alface

Autores

  • Arthur Bernardes Cecílio Filho Universidade Estadual Paulista
  • Marilsa Aparecida Rodrigues
  • Maria Letícia Pacheco da Silva
  • Juan Waldir Mendoza Cortez Universidad Nacional Agraria La Molina

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2020v48n3p271-290

Resumo

O diagnóstico de problemas nutricionais mediante a observação de sintomas tem grande importância prática porque permite tomar decisões rápidas no campo para a correção das deficiências. O objetivo do trabalho foi descrever e fotografar os efeitos das omissões de cada macronutriente em alface. O experimento foi conduzido em hidroponia, na UNESP, Câmpus de Jaboticabal, SP. Os tratamentos foram aplicados às cultivares Oak Leaf Red Pixie (grupo crespa, sem cabeça, folhas avermelhadas), Lucy Brown (grupo americana, lisa, folhas verdes) e Verônica (grupo crespa, sem cabeça, folhas verdes). Os tratamentos com omissão de P e Ca na solução nutritiva foram aplicados no mesmo dia do transplante das mudas de alface do berçário para os canais de crescimento final. Quatro dias após foram aplicadas as soluções com omissão de N, K e Mg. Os sintomas de deficiências surgiram na seguinte ordem: N, K, Mg, P e Ca. Os sintomas de carência nutricional foram facilmente visualizados em ‘Verônica’ e ‘Lucy Brown’ e dificilmente na ‘Oak Leaf Red Pixie’ devido à coloração avermelhada da folha. A omissão de nutrientes compromete o aspecto comercial da alface e as omissões de N, K, Ca e Mg esse comprometimento ocorre já na fase inicial dos sintomas.

Publicado

08/09/2020

Edição

Seção

Solos e Nutrição de Plantas - Soils and Plant Nutrition