Crescimento e partição de assimilados em melão cantaloupe em função de concentrações de fósforo em solução nutritiva

Autores

  • Arthur Bernardes Cecílio Filho
  • Caciana Cavalcanti Costa
  • Bráulio Luciano Alves Rezende
  • José Carlos Barbosa

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2006v34n1p123%20-%20130

Resumo

O experimento foi conduzido em hidroponia NFT (Nutriente Film Technique), no período de março a junho de 2003, na Unesp-FCAV, Jaboticabal (SP), tendo como objetivo avaliar a concentração de fósforo na solução nutritiva sobre o crescimento das plantas de melão, híbrido Bônus nO 2, sob delineamento em blocos casualizados, com parcelas subdivididas e duas repetições. Foram avaliadas quatro concentrações de fósforo (5,6; 27,3; 39 e 58,5 mg Lˉ⊃) e cinco épocas de amostragem (5, 30, 45, 60 e 75 dias após o transplante – DAT). Não houve interação entre as concentrações de fósforo e as épocas de amostragem, e as concentrações de fósforo na solução nutritiva não influenciaram as variáveis avaliadas. Os valores máximos atingidos para altura de planta, área foliar, matéria seca de folha, de haste, de fruto e total, índice de área foliar, área foliar específica e taxa de crescimento relativo e absoluto foram, respectivamente, de 90,08 cm; 2.945,99 cm2; 38,64 g; 20,62 g; 8 g e 78,2g; 4,36; 3,232 dm2 g-; 0,2028 g g- dia- e 8,628 g dia-.Palavras-chave adicionais: Cucumis melo L., cultivo sem solo, hidroponia, análise de crescimento.

Publicado

07/07/2008

Edição

Seção

Zootecnia - Animal Production